Quais as diferenças entre o "velho" e o "novo" Marketing?

Ao contrário do que muita gente pensa, marketing não é um conceito atual. É até bem antigo e, pasmem, começou muito antes da internet.

Velho Marketing x Novo Marketing

O velho marketing é um artifício que tenta vender a qualquer custo. A sua comunicação possui um sentido único, ou seja, não interage com a persona. Não busca entreter ou educar o cliente.

Fazem parte desse conceito as mídias offline, que não necessitam da internet para transmitir as suas ideias. O grande problema ainda é o alto custo dos seus anúncios em televisão, rádio, jornais ou revistas e a falta de interação.

O novo marketing tem uma visão diferente. Antes da venda vem a conquista. Visa ter o interesse do consumidor, investindo em uma comunicação bidirecional e interativa, sempre preocupado em passar valores, educando-o e entendendo-o. Aqui é o usuário quem encontra a marca através de motores de buscas, referências e mídias sociais.

O dispositivo para esse tipo de marketing é mídia online, que precisa da rede para atingir o seu público. Depende exclusivamente do acesso a internet para passar a sua mensagem. A facilidade se dá aos baixos custos com publicidade e promoção através de redes sociais e estratégias de marketing digital.

É importante considerar o uso da internet como uma ferramenta de aproximação. O cliente quer algo que solucione seus problemas. Ele quer alguém que entenda o momento que ele está vivendo. O velho marketing de empurrar o produto não funciona mais.

Para substituir folders no sinal, e-mail sem autorização e ligações impondo produtos, chegou o marketing digital, que mostra e segmenta a divulgação de acordo com grupos de interesses e regiões específicas.

Marketing Digital: qual sua importância e benefícios?

Quando o marketing digital é bem feito, ele é de suma importância para aumentar ainda mais o alcance da sua marca.

– Atração: basicamente existem duas maneiras de atrair possíveis clientes para o seu negócio. A mais rápida é através de anúncios pagos no Google e nas redes sociais. Você investe uma quantia em dinheiro para trazer pessoas, segmentando de acordo com as suas preferências.

A outra forma é produzindo materiais que vão ao encontro com as necessidades da sua persona. Os mecanismos de busca levam em consideração bons conteúdos para um melhor ranqueamento. É uma excelente forma de educar e interagir com o público-alvo e cada vez se mostra mais eficiente para atraí-lo;

– Conversão: além da atração é muito importante converter esses contatos. Como fazer? Solucionando os problemas do seu prospect. Mostre a ele que você tem a resposta para aquilo que ele está buscando.

O conteúdo é a moeda de troca do marketing digital. Quando você apresenta o que é relevante para quem o procura, fica mais fácil conseguir leads e clientes;

– Relacionamento: o Brasil é o terceiro país do mundo que mais acessa a internet. Portanto, para conquistar o seu público, você deve estar onde ele está.

É preciso melhorar a estratégia de comunicação. Produzir materiais de qualidade, responder as questões do consumidor através de chats, e-mails ou redes sociais de forma a ter uma interlocução assertiva e de confiança.

O novo marketing tem uma maneira diferente de trabalhar e o relacionamento pessoal é uma das principais mudanças. Há uma forma bidirecional e interativa, em que o usuário não quer somente comprar um produto, ele quer solucionar suas questões;

– Análise e monitoramento: o meio digital oferece algumas ferramentas para a análise e o monitoramento dos resultados. Isso é muito efetivo para se chegar ao público-alvo. Em quem realmente o seu produto interessa. No cliente ideal.

Gostou do texto? Saiba como a Sermos pode te ajudar a melhor o seu marketing digital, aumentar a visibilidade da sua marca e a vender mais. Acesse o nosso site e contate-nos!

 

Leia mais: Sua empresa ainda não investe em marketing digital?

 

0
Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *