brainstorm

O brainstorm é um termo em inglês para uma reunião criativa com o objetivo de encontrar soluções para determinadas ações de um projeto. Normalmente, o time se junta e cada um dá um monte de ideias aparentemente soltas que vão construindo o esqueleto principal.

A princípio, parece uma iniciativa muito boa para extrair bons frutos da equipe, e realmente é! Porém, para explorar todos os benefícios da prática do braimstorm, não basta apenas sentar-se à mesa e conversar. Na verdade, há um monte de dicas que te ajudam a aproveitar melhor o momento. Quer saber? Então leia os itens a seguir!

 

Antes do brainstorm

Para ter uma reunião de fato produtiva, é interessante que toda a equipe se prepare, seguindo algumas dicas, como:

 

Formação de repertório

A formação de repertório é fundamental para qualquer profissional, visto que traz os subsídios necessários para construir as próprias ideias. Nesse sentido, livros, filmes, séries, publicações on-line, artigo e documentários são produtos ideais para constituir as bases da criatividade e do conhecimento.

Observação constante

Os profissionais que trabalham ativamente com o uso da criatividade precisam estar de olhos e ouvidos bem abertos para a realidade ao seu redor. O dia a dia pode dar uma série de insights para novos produtos, novas criações artistas ou mesmo novos jeitos de lidar com os clientes.

Preparação do ambiente

Começar um brainstorm do nada pode lá não ser muito efetivo. Até mesmo a configuração do local pode fazer a diferença. Por isso, procure oferecer para a equipe um espaço confortável e aberto para a fluidez das ideias. “Mimos” como lanchinhos e cafezinhos também são bem-vindos.

 

Durante o brainstorm

A equipe se reuniu e estão todos preparados para a chuva de ideias! Para não desperdiçar o tempo de todo mundo, você pode seguir uma série de dicas para tornar o momento mais produtivo. Vamos lá!

 

Organize o ritmo de conversa

A “chuva de ideias” não precisa ser uma desordem caótica de falas! Todos devem gerenciar o ambiente e cuidar para que cada um fale de uma vez e tenha espaço para expor suas ideias por completo, sem ser interrompido por uma série de considerações alheia.

Não tenha vergonha de falar

É preciso que os gestores responsáveis – e os próprios colegas – criem um ambiente onde ninguém tem vergonha de falar. Talvez as ideias são meio sem pé nem cabeça na mente de alguém, mas na verdade, elas têm uma aplicação muito prática. Por isso, a não ser que seja um absurdo muito grande, procure não podar os pensamentos logo no começo.

Deixe que os outros completem as ideias

É um grande exercício de desprendimento emocional pensar um tempão em uma ideia, falar sobre ela e ver alguém adicionando pontos ao seu “filho”, né? Pois é, mas isso precisa ser feito em uma reunião de brainstorm efetiva! As pessoas devem ser instruídas a não ter vaidade e entenderem que as ideias que saem dali são de todos. Por isso, os gestores não devem transformar o momento em uma competição, mas sim em uma troca de conhecimentos saudável.

Anote tudo!

Não é necessário confiar apenas na memória em um momento tão importante como esse, né? Por isso, anote tudo o que for falado no brainstorm, mesmo as ideias que não parecem ter uma aplicação muito grande. No futuro, na hora de utilizar os resultados da reunião, isso fará toda a diferença.

 

Após o brainstorm

A equipe se reuniu e conseguiu dar uma série de ideias para o próximo projeto. E agora, o que fazer?

 

Passe um filtro nas ideias

Os gestores responsáveis pelos resultados dos projetos precisam passar um filtro criterioso nas ideias e ver o que realmente é aplicável para o futuro. Só a partir disso é possível ter um panorama geral da eficiência da reunião.

Talvez a ideia genial não venha

É fundamental desconstruir o pensamento de que a ideia genial seguramente virá no brainstorm. Talvez isso não aconteça de primeira, ou tenha-se apenas o pedaço da solução. É normal, o papel do time é continuar trabalhando, buscando referências e se preparar bem para os próximos.

 

Gerir a comunicação e a criatividade de uma empresa não é tarefa fácil! Mas a boa notícia é que nós podemos te ajudar! Confira nossos conteúdos:

 

Quais as diferenças entre o velho e o novo marketing?

SAC 3.0: como lidar com o novo consumidor?

 

Uma agência de conteúdo. E muito mais!

Conheça a nossa agência e venha tomar um cafezinho com a gente!

0
Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *